domingo, julho 27, 2008

Primeiros sintomas

Tetê está absolutamente reclusa! Debruçada sobre o conteúdo da caixa preta, afundada em milhares de símbolos, gravações, vozes do passado, análises das situações e conteúdos subliminares que pulam da caixinha a cada nova olhar.

Me atrevo a dizer que ela está, inclusive... revendo suas convicções ateístas! Pelo que Tetê diz ultimamente, a caixinha não é só preta, mas é também mágica! Tetê jura que todas as vezes que olha para ela, os conteúdos se multiplicam, mudam de cor e de textura... não sei se não é chegada a hora de forçá-la a uma consulta psiquiátrica emergencial ou um SPA...

Ela conta que durante os últimos dias sentiu coisas "estranhas". Como se o dono da caixa preta estivesse sempre presente. Diz ela... que ouve a voz dele durante o dia todo. Que sente o cheiro dele até no banho. Que percebe a respiração dele enquanto escova o Beto, sozinha em casa. Diz ainda (cruzes...) que se sente manipulada de alguma forma, que os mais variados sentimentos vão e voltam completamente desordenados, como se ela estivesse perdendo definitivamente o auto-controle (por que será que essa parte faz sentido?).
-
Ela jura de pés juntos por exemplo, que durante uma reunião com colecionadores de arte, tem vontade de largar tudo, fazer um capuccino e levar para ele. Conta que enquanto escolhe um sapato pela manhã, tem vontade de se atirar nos braços dele. E tem coragem de afirmar que, enquanto passeia pelos corredores do supermercado, se imagina voando até ele, só para fazer um cafuné inocente, prá lááááá de básico.

Hoje, ao abrir a caixinha mágica (eu, hein...) ela afirma que um objeto levitou até a altura dos seus olhos. Ela só podia ver o verso do objeto, que delicada e lentamente, foi chegando pertinho dela, virando, virando, virando, até ser reconhecido: era um controle remoto, com botões que acionavam funções absolutamente diferentes de qualquer outro controle conhecido. Então ela entendeu: o que ele fez foi justamente isso... construiu um aparelhinho especial, para acioná-la a distância quando bem entendesse.

O pior ainda está por vir... ela diz que está adorando ser acionada a distância!!! Se fosse outro homem qualquer, com certeza ela teria virado a mesa, mandado passear ou simplesmente parado de sorrir e de falar (ela pára de sorrir e fica absolutamente sem assunto quando um homem não a interessa mais. Coisa de louco mesmo, pois acontece em questão de segundos). Mas é ele. É o homem que tem como palavra chave o equilíbrio. O homem que construiu um aparelho e uma história. Para ela, com ela. E que tira dela alguns medos conhecidos, incômodos.

Bem... Tetê até pode perder o medo. Mas significa que o mundo em volta dela deve começar a ter medo do que pode vir por aí, se essa louca continuar sendo "acionada a distância"...

13 comentários:

Carlos disse...

viu só? é mais ou menos assim. é que você tá feliz por ser acionada, parece que ele é um homem legal. e a minha "ser esquisita" também me aciona assim, mas é uma idiota. sabe como desligo ou tiro a bateria do controle?
outro beijo, outro abraço, outro desculpe o incômodo.

Anônimo disse...

Minha querida amiga virtual Tetê!!!
MEDO??????medo??? vc pode achar estranho mas MEDO é um sentimento que jamais senti e tenho certeza que jamais sentirei. Por muitas vezes até sou ousada demais, sabe pq??? pra não ter medo depois de dizer EU NÂO ARRISQUEI...EU NÃO TENTEI!!! se não deu certo , paciência , não foi por minha causa eu tentei...mas nem tudo nada vida é como queremos, as vezes eu posso ter gostado de alguém mas esse alguém , não gostou de mim... e aí não existe culpado!!! Ninguém é obrigado a gostar de alguém ...da forma que queresmos... então pq??? não deixar esse alguém gostar de outro alguém. Pode ter certeza que pra mim seria muita felicidade saber que esse alguém está feliz com outro alguém, pq assim eu tb ficarei feliz!!!
Não tenha medo de arriscar, não tenha medo errar, não tenha, PRINCIPALMENTE MEDO DE AMARRRRR!!!
Por favorrrrrrrrrrrr vc está com tudo nas mãos... o MEDO ... atrapalha. Eu sei ... eu sei .. o que vc está pensando... não depende só de vc!!! mas vc é 50% portanto amiga cabe a vc lutar e aumentar a percentagem né????? rsrsrs entendidas???? Enquanto isso eu vou tentando por aqui o pianista pra marcha nupcial kkkk
Beijos musicais de sua amiga Tata!!!

Tetê disse...

Carlos! Se você disse "desculpe o incômodo" outra vez, corto relações, viu?
É que leva um tempo mesmo pra gente deixar na mão de outro alguém um controle remoto como esse. Tenta se soltar um pouquinho e dar uma olhada para o lado, porque as vezes uma futura detentora de controles remotos está mais ou menos por aí. E perde o medo! Mas tira o controle das mãos dessa sua "ser esquisita". Palavra de especialista, cara! Enquanto pessoas "esquisitas" acionam os nossos botões, a gente tá perdido. Pára de charme e me conta quais são as suas outras possibilidades, vai!
Beijos e controles

Tetê disse...

Olha Tata, os meus 50%... hum... hum... sei não... uma Tetê destemida é uma tsunami!

Olga disse...

Agora entendi porque a Tetê para de falar em alguns homens de uma hora pra outra. O da pena cor-de-rosa e o da pena de pavão dançaram, então? E esse da CAIXA PRETA, pelo jeito, promete. Mas e o ator ma-ra-vi-lho-so? Faz tempo que a Tetê não fala sobre ele, o que é uma "pena". Todas as vezes que vou ao teatro fico imaginando se ele não será um dos atores que está no palco, hehehe.
Beijos, Tetê!

Anônimo disse...

Rsrsrs é amiga ... quem conhece ... conhece ... até em meias palavras!!!
Sabe Tetê, eu não tenho uma religião, tenho um lado espiritual muito meu, algo assim que me faz sentir viva, enfrentando os problemas do dia a dia, que hoje são poucos mas por mérito meu... eu coloquei um ponto final num relacionamento falido de muitos anos e decidi que queria ser feliz!!! e sou muito feliz!!! da forma que escolhi pra mim. Eu queria sentir o gostinho da PAZ, e hoje posso dizer que pago um alto preço por ela, mas sou feliz!
Então, também deixei a TSUNAMI, em mim guardada, por tanto tempo aflorar... quem sabe não seja essa Tsunami que estão esperando!!!!
Será que não é isso que está faltando? Será que essa Tsunami não vai fazer as pessoas perderem o medo? Olha eu não consigo entender porque o ser humano complica tanto... tudo. Porque deixam o tempo passar sendo que poderiam estar aproveitando o melhor momento. (Mas sei tb que é complicado!!!) EU acho que seu momento é AGORA!!!
Besos mi cariño!!! em vc amiga e no dono da caixa preta rsrsrs
Tata

Tetê disse...

Olga, Olga, Olga... é assim mesmo que as coisas funcionam!As vezes eu tenho a impressão de que a Tetê suporta uma carga mínima - é o limite dela. Passou do limite por algum motivo, ela dá meia volta como se nunca, nunquinha mesmo houvesse estado ali, naquela estrada. O que é ótimo, não? A única vez que esse limite dela não funcionou foram 3 anos de choradeira!
O da Caixa Preta não sei se promete. É um encanto, com certeza. Mas mesmo os melhores encantos precisam de atitudes práticas. E quando as atitudes práticas demoram, bem, Tetê pára se sorrir, rs.
Quanto ao ator ma-ra-vi-lho-so, ele é muito legal sim, e logo volta aos palcos. Calma, mulher!!! E continue indo aos teatros...
Beijos

Edu disse...

Então, Tetê? Agora que eu começo a aparecer por aqui, você some?
Que tal voltarmos aos nossos e-mails?
Se precisar, estou aqui. Não fique no escuro, por mais que esteja mergulhada na Caixa Preta. Mesmo porque, ninguém sabe ainda se o conteúdo é realmente bom, não é mesmo?
Abraço forte.

Tetê disse...

Edu! Desculpe o sumiço! Estou num escurinho bom, não se preocupe... te garanto que o conteúdo da caixa preta é bom, muito, muito bom!!! As vezes eu tenho medo, fico um pouco balançada, mas no geral, o dono da caixa preta também tem o mesmo medo, então a gente se equilibra um pouquinho. Estamos tomando conta um da vida do outro. O que me deixa duplamente cansada, pois a minha vida com o beto e com a empresa já é bastante corrida. Mas eu volto rapidinho, prometo. To aproveitando pra descansar num ombro...
Beijos, grande amigo Edu!

Anônimo disse...

e eu, que sou aquele admirador secreto, volto sempre e agora descubro que você está com um "ombro" novo. mas vou continuar a escrever, posso?
abraço forte

maria rita disse...

ai que bom! to chegando aqui, achando tudo o máximo, e logo num momento em que voce diz que tá descansando? um saco isso, hehehe. quando, na real, voce pára de descansar e abre o jogo?
beijinhos, milhares, parabéns

Tetê disse...

Olá meu queridíssimo admirador secreto! Estou lisonjeada! É CLA-RO que você pode continuar a escrever!!! Aliás, você prometeu mandar e-mails, e até agora... nada.
Venha sempre, viu?
Abraço forte.

Tetê disse...

Ô Maria Rita!!! Viu como eu funciono sob pressão? Foi só você reclamar, rs... e eu saí de meu descanso para atendê-la!
Mas quero voltar rapidinho, principalmente no frio que está hoje em Curitiba.
Beijos aos milhares, também.